Troquem TODA a equipe de comentaristas da GloboNews

0

A GloboNews realmente desempenhou um papel mais do que patético neste ano que chega ao fim. Por conta disso, vou pegá-la como exemplo para algo que deveria ser feito com toda a grande(velha) imprensa: a demissão de seus comentaristas e analistas de política, economia, cultura, arte e sociedade.

Após errarem TODAS as previsões e análises feitas neste ano que se encerra, venho aqui sugerir aos “donos” da GloboNews que demitam TODA a sua equipe de analistas e comentaristas políticos e econômicos. Todos mesmo, ali não salva um. Alguns nomes célebres do canal, pagos a peso de ouro:

Guga Chacra, Caio Blinder, Luis Fernando Silva Pinto, Renata Lo Prete, Merval Pereira, Demétrio Magnoli, Cristiana Lôbo, Jorge Pontual, etc.

Sugiro um novo time, que, garanto, cobrará menos por um serviço de qualidade infinitamente maior. Os nomes citados abaixo acertaram praticamente todas as previsões e análises que fizeram. Minha lista estará dividida aproximadamente por funções, e nem todos serão comentaristas diários. Os que proponho como “diários” ou mais freqüentes estão em negrito e as razões para serem mais diários são várias, sendo a experiência no jornalismo e a disponibilidade fatores importantes.

Política Internacional: Filipe G. Martins, Alexandre Borges, Felipe Moura Brasil. Com o detalhe de que vários das outras subdivisões poderiam entrar aqui.

Política Doméstica/Brasil: Felipe Moura Brasil, Bruno Garschagen, Flávio Morgenstern, Carlos Andreazza, Joice Hasselmann, Paulo Eduardo Martins, Percival Puggina.

Correspondentes internacionais (nos EUA): Leandro Ruschel, Rodrigo Constantino, Olavo de Carvalho, Paulo Figueiredo Filho.

Inglaterra e Europa: Guilherme Schneider.

Economia: Adriano Gianturco, Paulo Roberto de Almeida, Adolfo Sachsida.

Críticos de arte: Martim Vasques da Cunha, Josias Teófilo, Rodrigo Gurgel, Tom Martins.

Cultura: Adrilles Jorge, Mariana Brito Soares, Fábio Pegrucci, Paulo Cruz, Luiz Felipe Pondé.

Relacionamentos: Tiago Amorim,Luiz Felipe Pondé.

Segurança Pública: Bené Barbosa, Olavo Mendonça.

Educação: Paula Rosiska, Carlos Nadalim.

A Caneta Desesquerdizadora entraria também em todas essas seções.

E confiram o Congresso Brasil Paralelo, que está fantástico.

Se há no Brasil um veículo de imprensa que representa com maestria no Brasil o que seria uma “Fake News“, é a GloboNews.

OBS: Nem todos desse time estão no mesmo nível, até porque há consideráveis diferenças de idade e erudição entre eles. Além disso, alguns são mais compatíveis com a função de comentarista. Também estou ciente de que há vários nomes brilhantes que não estão aqui, como o do Rafael Nogueira, Thomas Giuliano, Guilherme Macalossi, Flávio Gordon e outros.

Vitor Montenegro.

Fonte: Minuto Produtivo.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA