Paulo Adriano Lopes Lucinda Telhada

1

Ex-Comandante do 1º Batalhão de Polícia de Choque “Tobias de Aguiar” – ROTA.
Seria fácil elucidarmos a trajetória de vida, da qual falaremos adiante, partindo da teoria histórica dos “Grandes Homens”. Associada ao filósofo Thomas Carlyle sabe-se que essa teoria buscou explicar a História a partir da ação e do impacto dos chamados “grandes Homens”, indivíduos muito influentes, seja por carisma, inteligência genial ou por grande impacto político.

Porém não há como falar de um comandante e seus feitos e resultados sem mencionarmos seus comandados, muitos dos quais hoje já não nos brindam com seu heroismo e labor que os glorificaram. E para cometermos a indelicadeza do esquecimento e não pecarmos em deixar de mencionar suas missões e nomes, é que pedimos licença a todos os que estão e estiveram sob as ordens do biografado.
Ao nos deparamos com a história de vida do biografado confundimo-nos com a própria história da “Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar”, mais conhecida pelo seu acrônimo ROTA. Para edificarmos aqui uma projeção das contribuições deste comandante á unidade e a seus comandados, buscaremos na própria essência da definição etimológica de Polícia bases conceituais que nos darão suporte para traçarmos, de forma breve, a carreira do homenageado.

Sabe-se que “polícia”, um vocábulo de origem grega “politeia”, do latim “politia”, que nos remete as formas de governo, de administração, com o passar do tempo passou a assumir particularidades no sentido de representar a ação do governo, enquanto exerce sua missão de tutela da ordem jurídica, assegurando a tranqüilidade pública e a proteção da sociedade contra as violações e malefícios. E é dentro dessa perspectiva de análise, de tutela, que ao analisarmos a trajetória de vida do biografado e sua brilhante carreira junto a uma das mais distintas forças policias do país, é que somos levados a associar a destreza das missões, o respaldo popular e o conseqüente sucesso junto a sociedade, com o êxito profissional de seu comandante, o Ilmo. Tenente Coronel PM Telhada.
Berço de ilustres militares, o Rondamento possui suas origens na prórpia dinâmica que política que instaurou a República. O então Corpo Policial Permanente foi, em 1º de dezembro de 1891, dividido em quatro Corpos, passando a denominar-se Força Pública, momento em que o Batalhão foi batizado 1º Corpo Militar de Polícia, cuja missão era manter a tranqüilidade, auxiliar a justiça e defender as Instituições Republicanas. Após diversas denominações, passou a ostentar seu nome atual em 15 de dezembro de 1975.

Apenas quatro anos depois, o jovem Paulo Adriano L. L. Telhada inicia sua graduação em ciências policiais, mais precisamente em 29 de Janeiro de 1979, ao ingressar na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Cinco anos depois é Declarado Aspirante à Oficial PM em 15 de Dezembro de 1983 e designado a trabalhar no Policiamento Motorizado, GATE e ROTA.

Seus honrosos préstimos a sociedade paulistana lhe rendem, em menos de cinco anos de serviço, a promoção, por bravura, em quinze de agosto de mil novecentos e oitenta e oito, ao posto de capitão PM. Porém, tamanho sucesso requer grandes sacrifícios, alguns, ossos do ofício, como os ferimentos em serviço.

A biografia aqui traçada, com evidentes raízes alicerçadas pelo fiel cumprimento do dever, do zelo pelo próximo, pela disciplina, não esconde a ternura e carinho do exemplar pai de família. Com todos os méritos que uma família merece ter, não podemos deixar de mencionar que paralelo ás atividades policiais Adriano enamora-se por sua esposa, a senhora Ivania Cano Telhada, com a qual se casa em 1985. Essa belíssima história teve como inspiração a produção cinematográfica do filme Grease, mais conhecido como “Nos tempos da brilhantina”, mais precisamente na semelhança entre a cantora e atriz australiana Olivia Newton-John, estrela do filme, com a elegante senhora Ivania Cano Telhada. O fato é que, para muito além da semelhança física entre a atriz e a futura esposa, elucidaremos qualidades ímpares na senhora Ivania que certamente a engrandece perante a estrela do filme, qualidades estas que refletirão na destreza das tarefas do lar na educação dos filhos, Rafael Henrique Cano Telhada e, fazendo jus a linhagem, a bela Juliana Cano Telhada.

O biografado têm em seu currículo, além de uma exemplar família, outros alicerces que sustentam sua carreira e que, conseqüentemente, dão suporte ao comando da Instituição. Dentre os cursos realizados destacamos Curso de Formação de Oficiais, Curso de Paraquedismo, Curso de Segurança Física de Instalações e Dignitários, Curso de Resgate de Reféns em Aeronaves, Curso de Negociação e Resgate de Reféns, Estágio de Salvamento em Altura, Curso de Técnica de Ensino, Curso de Resgate e Pronto-socorrismo e Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA