NEPAL – OITO CRISTÃOS ABSOLVIDOS NO CASO CHARIKOT

0
Cristãos perseguidos mostram material que resultou em prisão.

Oito Cristãos em Charikot, Nepal, que foram acusados estar tentando converter crianças ao cristianismo através de distribuição de uma revista em quadrinhos, foram absolvidos no dia 06 de dezembro.

Prakash Pradhan, Bimal Shahi, Banita Dangol, Balkrishna Rai, Philip Tamang, Kiran Dahal, Bhimsen Tiwari e Shakti Pakhrin foram presos em junho deste ano.
O grupo foi mantido em custódia policial por nove dias e sofreram maus tratos na prisão. Antes de serem liberados por fiança, policiais locais acusaram eles de tentativa de converter crianças ao cristianismo através da distribuição de uma revista em quadrinhos que tratava da história de Jesus.
As acusações são consideradas como a primeira vez em que na história do Nepal no qual o Artigo 26 (3) da recentemente promulgada constituição foi citado, que afirma: ”Nenhuma pessoa deve, no exercício do direito concedido por este artigo… converter outra pessoa de uma religião para outra ou qualquer ato ou conduta que possa prejudicar outra religião e tal ato pode será punido com a lei.”
As prisões ocorreram logo após duas sessões de aconselhamento pos trauma organizadas pela Teach Nepal, uma organização não governamental baseada em Kathmandu, em duas escolas de Charikot. As sessões direcionadas as necessidades psicológicas de crianças afetadas pelo terremoto no Nepal em abril de 2015 e foram realizadas em 08 e 09 de junho na Moder Nepal Scholl e na Mount Valley Academy, ambas em Charikot. Ao fim das sessões os organizadores distribuíram uma pequena lembrança as crianças, que incluía uma revista em quadrinhos de 23 páginas com conteúdo cristão.
Prakash Pradhan (diretor da Mount Valley Academy), Bimal Shahi (diretor da Modern Nepal School), Banita Dangol (funcionária da Teach Nepal), Balkrishna Rai (funcionário da Teach Nepal), Philip Tamang (funcionário da Teach Nepal), Kiran Dahal (funcionário da Teach Nepal) e Bhimsen Tiwari (funcionário da Teach Nepal) foram presos em 09 de junho de 2016. Shakti Pakhrin (pastor da Charikot Christian Church) foi preso em 14 de junho de 2016.
A audiência final deste caso foi adiada quatro vezes este ano antes de ser realizada no dia 06 de dezembro quando a corte deu um veredito oral baixando todas as acusações e estabelecendo uma fiança para liberar os oito cristãos. O veredito por escrito é esperado no prazo de um mês.
O pastor Tanka Subebi, membro fundador e presidente da Dharmik Chautari Nepal e do Religious Liberty Forum Nepal disse: “Nos estamos muito felizes com a decisão da corte. Isto aumentou nossa confiança na justiça e na democracia no Nepal”.
O Chefe Executivo do CSW (Christian Solidarity Worldwide´s), Mervyn Thomas disse: “Congratulamo-nos com a absolvição dos oito cristãos em Charikot. Contudo, nos juntamos nossas vozes a sociedade nepalesa incitando o governo do Nepal a emendar a seção 25 da nova constituição e garantir isso – juntamente com o projeto do código penal – garantir a completa liberdade de religião ou crença e a liberdade de expressão. O direito a liberdade de religião ou crença é especialmente importante no Nepal um país que fez recentemente a transição de uma monarquia Hindu para uma democracia republicana secular. ”

Fonte: http://www.csw.org.uk/2016/12/07/news/3372/article.htm
Tradução: Luiz Fernando Ramos Aguiar

Fonte tradução: https://lfmeganha.wordpress.com/2016/12/09/oito-cristaos-absolvidos-no-caso-charikot/

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA