“SOLTEM BARRABÁS!!!”

0

A mais de dois mil anos soltaram essa frase, preferiram um “ladrão” à Cristo……e hoje continuam a fazer o mesmo. Estamos presenciando a polêmica do “jovem trabalhador” que foi oprimido pelo “PM mau”. Um vídeo circulou com a suposta agressões de um policial militar a esse “jovem”, mas como sempre, nesse tipo de vídeo só se mostra a reação e nunca o que a gerou.

O policial, de folga, foi acionado pelo síndico e porteiro, que até então temiam a presença de um rapaz, em atitude suspeita, desrespeitoso e com um volume na cintura. O policial, de forma prestativa e até intrépida foi lá sozinho e fez a abordagem, porém, pelo que consta o “jovem” não colaborou às ordens emanadas uma vez que ali o Estado se fez presente pela atuação do policial. Acabou viralizando o vídeo colocando a situação que a sociedade brasiliense (que está doente) ama, o PM mau contra o jovem trabalhador.

CONFIRA VÍDEO QUE GEROU TODA A POLÊMICA

Crucificaram o policial, o chamando das piores coisas e fizeram o abordado de coitado…….”mas ele tem um extensa ficha criminal”….respondem: “não interessa, ele está tentando mudar e o policial é folgado”……só não contavam que a polícia militar através da do GTOP (Grupo Tático Operacional) averiguariam que a moto do “coitadinho” era na verdade um clone, e o mesmo “coitadinho” seria preso em flagrante por diversos crimes. O cara que estava tentando se ressocializar estava na verdade permanecendo na prática delitiva, agora se calam os defensores da causa perdida.

Por que nossa sociedade nunca se apieda da verdadeiras vítimas, que pelo que consta essa moto foi roubada/furtada . Por que ninguém pensa nessa pessoa que perdeu seu patrimônio que tanto lutou para ter?! Por que ninguém se apieda dos donos da placa verdadeira que estavam recebendo multas e mais multas ?! Por que não se apiedam do porteiro e sindico que estavam amedrontados e deram graças a Deus que havia ali um homem da lei?!

Passam os milênios e a sociedade continua escolhendo muito mal….

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.