Dois PM’s do Paraná são mortos durante abordagem

0

Dois policiais militares foram mortos em Medianeira/PR na noite de segunda-feira (4).

Eles realizavam uma abordagem na Avenida Brasília, no centro da cidade, quando foram baleados.

Perderam a vida os Policiais Diego Gurgel Araujo, 29 anos e Jorge Luiz da Fonseca, 28 anos. Os homicídios foram registrados por volta das 21h30.

De acordo com a Polícia Militar (PM), os suspeitos haviam assaltado uma residência e estavam em um Honda/Fit da família. Depois de matarem os policiais com tiros na cabeça, eles roubaram um Honda/Civic prata e fugiram.

Os Soldados da PM que foram assassinados enquanto cumpriam seus trabalhos, deixam esposas e filhos.

O Serviço Reservado (P2) do 5º Comando Regional da Polícia Militar desmentiu nesta madrugada (5) alguns boatos que surgiram a respeito de um suposto confronto no qual um homem, identificado apenas como Alfeu, teria sido morto por policiais. E, também, sobre o caso em que uma família teria sido feita refém por bandidos armados e que teriam ligação com o crime que vitimou os policiais.

A informações confirmadas até o momento são que um grupo de suspeitos foi detido e presta esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil de Medianeira.

Atualização 08h55

Novas informações dão conta de que um adolescente de 17 anos seria o autor dos disparos que vitimaram os dois soldados da PM na noite de ontem (4).

O menor que havia sido apreendido no domingo (3) com dois quilos de maconha, conseguiu escapar da delegacia de Medianeira e estava na rua, a pé, quando os soldados se aproximaram do suspeito, segundo informou a Catve.

O adolescente conseguiu roubar a arma de um dos policiais e efetuou os disparos. Os dois soldados morreram na hora.

A região da cidade de Medianeira passa por sérios problemas de segurança pública. Além da proximidade da fronteira com o Paraguai, durante o dia de ontem a PM do Paraná estava cumprindo mandados de prisão por meio da seção de inteligência do Sexto batalhão de choque por causa de um atentado onde foi incendiada uma viatura da PMPR. O Comandante estava suspeitando de conexão do atentando contra a viatura com o MST que está ativo na região. Porém ainda não existem dados que digam se existe conexão entre o incêndio criminoso do carro de polícia nem do assassinato dos policiais militares.

Que o Nosso Deus misericordioso os receba em sua Glória esses dois heróis que deram as suas vidas pelo Brasil e console as famílias.

Fonte: Portal Guaira.

{jcomments on}

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA