Reunião no QG do Exército para discutir política inquieta o Congresso

Reunião com 'reserva pró-ativa' ocorreu no QG do Exército

2
O general Villas Boas (esq.) reuniu, entre outros, os generais Alberto Cardoso e Augusto Heleno
O general Villas Boas (esq.) reuniu, entre outros, os generais Alberto Cardoso e Augusto Heleno

Tem provocado inquietação no Congresso a reunião promovida nesta terça-feira (6) pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, no Quartel General do Exército, com integrantes do que ele denominou de “reserva pró-ativa”, para discutir a crise política no Brasil.

Dessa conversa participaram os generais de Exército Alberto Cardoso, que chefiou o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do governo FHC; Augusto Heleno, um dos mais admirados por sua liderança e protagonismo, e Bolívar Goellner, que trabalha com o general Sérgio Etchegoyen no GSI do governo Michel Temer, além do general de divisão Rocha Paiva, considerado um “pensador militar”. Também participaram membros do Alto-Comando do Exército que estavam em Brasília.

O general Villas Boas promoveu essa reunião, da qual participaram representantes de diversas alas do pensamento político-militar, segundo registrou o site DefesaNet, em razão do fato de ser considerado um “fiador” de uma posição legalista que predomina. Essa posição, explica o site, é baseada nos pressupostos da Legalidade, em respeito à Constituição e às decisões do Supremo Tribunal Federal, Estabilidade política, social, a Lei e a Ordem, e a Legitimidade, considerando que “as Forças Armadas, caso necessário, têm legitimidade para intervir”.

Em sua conta no Twitter, o general Villas Boas divulgou foto da reunião, em que aparece ao lado dos generais Cardoso e Heleno, em torno de uma mesa de reuniõa, com a seguinte mensagem: “Mantendo laços com a reserva pro-ativa, convidei os generais Cardoso, Heleno, Bolivar e Rocha Paiva para uma conversa sobre nosso país.

Fonte:Diário do Poder

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabens ao STF. por mais uma decisão vulgar, carregada de elementos teóricos, medíocres e arcaicos, Hierarquia no judiciário é como prateleira, quanto mais alta , mais inútil . estão passando atestado de burros e ignorantes para nos brasileiros. ai que saudade de João Batista Figueiredo que ao entregar o poder para os políticos disse ( Vocês ainda vão ter saudades dos militares. ).

  2. Ilustríssimos senhores generais, não posterguem mais: salvem o nosso país das garras dessas quadrilhas de ladravazes ordinários, antes que o pior aconteça. Não há mais o que esperar. A nação está exangue, moribunda, sem norte, aniquilada, e nosso povo envergonhado com tanta podridão. Levemos esses malfeitores às barras da justiça, pra que respondam por todo mal causado à nossa população. Cadeia neles!

DEIXE UMA RESPOSTA