Guarda Civil vai patrulhar com Drones em SP

0
Drone, programa Dronepol apoio a Guarda Municipal da Cidade de São Paulo

A prefeitura de São Paulo anunciou nesta segunda-feira, 24 de março, que irá equipar a Guarda Civil Metropolitana com Drones (ou VANTS) para operações de vigilância e monitoramento. Serão 5 Drones e 15 Kits com câmeras de vídeo, todo equipamento doado pela iniciativa privada em uma parceria, sem custos, com o município. O preço estimado da solução é de R$ 650.000 e foi desenvolvida pela empresa chinesa Dahua Technology em uma parceria com a PGIDB. Além disso, a companhia Airbotics doará R$ 150.000 em serviços de suporte e consultoria.Os equipamentos farão parte do programa “Dronepol”, que terá como meta monitorar locais de risco, que apresentam dificuldade de acesso e eventos com alta concentração de pessoas, como manifestações e shows. As câmeras poderão transmitir para monitores portáteis junto ao corpo dos policiais ou para um central de monitoramento. Assim os guardas podem planejar as ações e evitar riscos desnecessários. No caso de São Paulo a ideia é colocar os monitores em viaturas e nas fardas dos Guardas Municipais.

O equipamento fornecido pela Dahua Technology é fabricado em fibra de carbono ultraleve, pesa em torno de 3 kg com capacidade de voar sob temperaturas extremas (de -20ºC a 60ºC) alcançando até 54 km/h. Está equipado com alto-falantes para a transmissão de avisos e instruções, além de câmeras de altíssima definição, que geram imagens com riqueza de detalhes, inclusive térmicas. O equipamento tem autonomia de voo de 35 minutos e é programado para retornar à base com segurança, em casos de bateria fraca ou de perda de sinal.

Drone da Dahua, maior e com componentes mais automatizados.

Os outros quatro drones da chinesa DJI são menores, pesam 1.3 kg cada e podem voar por até 30 minutos utilizando baterias. Equipados com estabilizadores acoplados a câmeras de altíssima definição de 20 megapixels, gravam vídeos em resolução 4K (Ultra High Definition – UHD). Chegam a velocidade máxima de 72 km/h podendo se afastar 7km do transmissor (controle remoto). Oferecem máxima segurança de operação e uso através de cinco sensores infravermelhos de obstáculos, capazes de pará-los ou desviá-los automaticamente de qualquer obstáculo natural ou artificial.

Os drones da DJI possuem a desvantagem da necessidade de um piloto especializado para operação, o que torna a utilização do equipamento limitada. Diminuindo o alcance da ferramenta e aumentando as chances de queda ou colisões acidentais. Contudo, a operação direta permite uma flexibilidade maior na interação com os policiais em solo além de maior flexibilidade na aproximação de alvos.

O Drone da Dahua, mais robusto e com maior automação, parece estar integrado com a tecnologia desenvolvida pela Airbotics, que permite a utilização do equipamento sem pilotos altamente treinados e de forma autônoma. A solução da Airbotics consiste em bases fixas, distribuídas no terreno, de onde os drones decolam para realizar uma espécie de patrulhamento aéreo por um perímetro pré-determinado. Ainda assim, é possível mudar a rota, trajetória ou alvo de vigilância do equipamento, mas sem a necessidade de operar um controle remoto. Através de um computador o controlador pode determinar novas ordens ao drone simplesmente apertando botões.

Nas imagens divulgadas pela prefeitura toda a operação dos drones foi realizada através de controle remoto tradicional, não sendo possível determinar se a tecnologia da Airbotics será empregada de forma integral. De qualquer maneira a utilização de equipamentos de monitoramento e apoio aos policiais nas ruas é um avanço, principalmente para garantir a segurança dos profissionais, que podem tomar decisões baseadas em imagens e informações que normalmente eles não teriam.

 

Base para drone da Airbotics, perímetro de patrulhamento, troca de baterias e proteção do equipamento.

Por: Luiz Fernando Ramos Aguiar

Fontes:

http://capital.sp.gov.br/noticia/drones-auxiliam-guarda-civil-metropolitana-no-monitoramento-da-cidade-de-sp

http://www.airobotics.co.il/ 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA