O LUTO SOLITÁRIO DE UMA CORPORAÇÃO

0

Hoje, 21 de abril, dia dos policiais militares, a PMDF acorda mais uma vez de luto. A Corporação chora a morte do Sargento Antônio Marcos de Araújo, tombado ao tentar salvar a família das mãos de criminosos.

Um luto que deveria ser de toda sociedade, mas que não o é por conta de uma campanha sórdida que visa a destruição das polícias militares.

Desde os momentos prévios à redemocratização, há uma deliberada campanha propagandística para deslegitimar o papel das policiais ante a sociedade. Erros e abusos acontecem, sim. Isso ocorre em todo conglomerado humano. Igrejas, escolas e sindicatos estão sujeitos a falhas de alguns de seus membros; mesmo as famílias o estão.

morte sgt
Local onde o Sargento da PMDF foi assassinado. Mais um policial perde a vida servindo e protegendo a sociedade.

O que se vê são notícias tendenciosas, pré-conceituosas, direcionadas, enviesadas, contra indivíduos e instituições. Policiais erram e são massacrados por uma mídia que constrói a opinião pública SEMPRE DESFAVORÁVEL. Só interessam os que erram.

Se fizerem partos, se salvarem vidas, se forem os primeiros a prestarem socorro até que os bombeiros cheguem, pouco importa. O fato de um policial militar perder sua vida na defesa de sua família, no combate a bandidos nas ruas ou em terremoto no Haiti, onde servia a humanidade, não comove uma sociedade embriagada pelo politicamente correto. Sim, no Brasil, é politicamente correto desprezar policiais militares. Chama-los de truculentos é quase um dever da imprensa. Eis algo que se aprende ainda na Universidade, nos bancos de humanas, sobretudo, no jornalismo.

Resultados disso? Vários! Eis alguns: desinteresse geral de jovens para com a carreira policial; desmotivação e desinteresse para o trabalho; omissão; altas taxas de criminalidade; maior taxa de homicídio do mundo (maior até do que entre países em guerra civil, sensação generalizada de insegurança e de descrédito nos órgãos de justiça/segurança; altíssimas taxas de suicídio entre policiais (só a PMDF teve aumento de 600% de 2013 para 2014).

Quem sofre com isso? TODOS!!! Em todos os níveis da Sociedade. Mais gastos privados com segurança, maior probabilidade de “vingança privada”, clima de tensão entre as pessoas (insônia, paranoia, psicoses, síndrome de pânico, etc.).

Num Estado moderno, cuja Constituição Federal delega competências e obriga órgãos a exercerem a função de segurança coletiva, é temerária essa situação.

Infeliz da nação que não respeita e nem valoriza aqueles que se dedicam a fazer o bem e a garantir que as pessoas de bem não estejam à mercê dos maus.

George Felipe de Lima Dantas.

Fonte da foto: Jornal de Brasília.

Referências:

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/04/20/interna_cidadesdf,480083/policial-militar-e-morto-a-tiros-ao-chegar-em-casa-em-sobradinho.shtml

https://pt-br.facebook.com/QueroofimdaPM

https://flitparalisante.wordpress.com/2014/07/11/dilma-planeja-controlar-policias-estaduais-as-quais-acusa-de-empregar-metodos-dos-criminosos/

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA