Suposto Terceiro Segredo de Fátima revelado

2

Ao estudar a Santa Igreja Católica é impossível não passar por assuntos controversos, pois especialmente nos últimos 50 anos, tudo o que se refere a salvação das almas e o depósito da fé tem sofrido todo tipo de discussão sem sentido. Em primeiro lugar, em grande parte se tratam de dogmas imutáveis então para que discuti-los? Em segundo lugar são temas que já sofreram análises durante séculos, por doutores da Igreja, e que por isso eram considerados esgotados. Em terceiro lugar a interpretação ou novos pensamentos a respeito desses temas devem, obrigatoriamente, estar em consonância ao que se tem dito e escrito nos últimos dois mil anos, pois assim como Deus não muda, é o mesmo ontem, hoje e sempre, a sua doutrina segue a mesma linha. Explico isso para mostrar que determinados assuntos têm que ser abordados com todo o cuidado e reflexão para que não se choquem contra a doutrina eterna da nossa salvação ou com o entendimento que Igreja sempre deu sobre ele.

Explicado isso passo para o tópico das aparições marianas, em especial as aparições, aprovadas pela Igreja, em Fátima, Portugal, em 1917. Obviamente que não pretendo pormenorizar essas aparições, pois não é o objetivo desse pequeno artigo, muito menos esgotar o tema, apenas busco trazer uma discussão que vem tomando corpo há sete anos em meios católicos no exterior, e que agora, no ano do centenário das aparições, parecem ter chegado ao seu ápice, e que em língua portuguesa em geral, e no Brasil em particular, não chegou nada.

Deixo claro que não sou sacerdote, nem mesmo um teólogo, mas apenas um investigador leigo que busca a verdade de coração sincero e que, ao longo de 13 anos de estudos das mais diversas áreas do pensamento cristão e católico, venho reunindo material e conhecimento para poder entender o que está acontecendo na Santa Mãe Igreja, tão difamada, ofendida e acusada, quase como se o Corpo Místico de Cristo na terra estivesse revivendo a Paixão da sua Santa Cabeça, Jesus Cristo, em todos os aspectos: moral e físico. E, assim como todos os caminhos levam a Roma, todos os estudos levam a Maria e as suas santas aparições durante os tempos. E todos os estudos das aparições (Bonsucesso, La Salette, etc) levam a Fátima.

Essas aparições em uma pequena e esquecida cidade de Portugal, que durante as invasões mouras recebeu o nome da filha de Maomé, e que teve por cenário um momento complicado da Igreja no país, pois em 1910 Portugal sofreu uma revolução socialista onde as igrejas foram fechadas e os padres presos e fichados na polícia, mudaram, para sempre, a relação, ou o entendimento, entre os homens e Deus, principalmente os católicos. O milagre do sol é considerado por alguns como o maior milagre da história da humanidade depois da ressurreição de Cristo, testemunhado por mais de 70 mil pessoas e que teve uma repercussão mundial.

Em Fátima, Nossa Senhora revelou os chamados dois segredos, além de explicar com precisão sobre fatos e pessoas no futuro. Isso perturbou toda a sociedade humana e trouxe consequências diretas até hoje.

Após o término das aparições duas das crianças faleceram e a última, uma menina chamada Lúcia dos Santos, entrou para um convento carmelita onde viveu plenamente a vida religiosa. Mas, um fato inesperado aconteceu, depois do cumprimento das profecias de Nossa Senhora já reveladas, surgiu um terceiro segredo, dito a Lúcia por Nossa Senhora no convento onde vivia. Esse terceiro segredo, diferente dos outros, era para ser entregue ao Papa e divulgado antes de 1960.

Porém, por razões ainda não totalmente compreendidas, esse segredo jamais foi revelado, mesmo tendo passado nas mãos de sete Papas (2). Outro ponto importante a ser mencionado é que a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria, pelo Papa e todos os Bispos, nunca aconteceu (3).

As consequências são visíveis. Nos anos 60 o Concílio Vaticano II “revolucionou” a Igreja em todos os seus aspectos, como a Missa, a liturgia, o calendário católico, a hierarquia e a disciplina dentro da Igreja, a formação dos seminaristas, a batina (ou a falta dela), a arquitetura das Igrejas, a música sacra, tudo, absolutamente tudo dentro da Instituição humana mais antiga em funcionamento na história da humanidade sofreu uma revisão completa, ou simplesmente uma autodemolição (4). Em seguida veio a chamada “revolução sexual” e dos costumes que, aliada ao enfraquecimento da Igreja e a explosão do consumo de drogas, jogou o mundo em uma realidade de apostasia, imoralidade e crimes de proporções inéditas.

Dentro desse cenário o Terceiro Segredo de Fátima sempre habitou o imaginário humano criando uma série de lendas e teorias. Alguns, porém, sempre defenderam a tese que o segredo tratava de uma gravíssima crise na Igreja em geral e do clero em especial. Até aí não seria nada de novo pois iria na mesma linha das Aparições de La Sallete. Contudo, nos anos 2000 o Vaticano finalmente resolveu divulgar o segredo, com quase 40 anos de atraso e fora na data determinada por Nossa Senhora a irmã Lúcia. Foi aí que a coisa complicou de vez.

A divulgação do suposto Terceiro Segredo de Fátima é, até hoje, um dos episódios mais estranhos da história da Igreja Católica Romana. O Cardeal Bertone revelou o segredo de uma maneira muito pouco usual, durante um programa de TV na Itália. Aliado a essa profunda falta de senso das proporções, pois devido à importância o mínimo seria que o segredo fosse lido pelo Papa em uma audiência ou uma grande coletiva de imprensa. Além disso o texto parecia nitidamente faltar partes (5) e depois o Cardeal Angelo Sodano fez a interpretação da parte onde se lia que um Bispo vestido de branco morria metralhado por soldados em Roma como sendo a previsão do atentando a tiros ao Papa João Paulo II em 13 maio (dia de Nossa Senhora de Fátima) de 1983.

Vejamos o texto publicado pelo Cardeal Bertone em 2000:

“J.M.J.

A terceira parte do segredo revelado na Cova da Iria-Fátima, em 13 de julho de 1917.

Escrevo-vos em obediência a vós, meu Deus, que me ordenais que o faça por intermédio de Sua Excelência o Bispo de Leiria e por vossa Santíssima Mãe e minha.

Depois das duas partes que já expliquei, à esquerda de Nossa Senhora e um pouco acima, vimos um Anjo com uma espada flamejante em sua mão esquerda; brilhando, ela ardeu em chamas que pareciam como se elas iriam por o mundo em chamas; Mas eles morreram em contato com o esplendor que Nossa Senhora irradiava para de sua mão direita: apontando para a terra com a mão direita, o Anjo gritou em voz alta: Penitência, Penitência, Penitência! E nós vimos em uma luz imensa que é Deus: “algo semelhante à forma como as pessoas aparecem no espelho quando passam diante dele” um bispo vestido de branco “tivemos a impressão de que era o Santo Padre”. Outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subindo uma montanha íngreme, no cimo da qual havia uma grande cruz de troncos toscos como um cortiça com casca; Antes de chegar lá, o Santo Padre atravessou uma grande cidade em ruínas e meio tremendo de passo, aflito de dor e tristeza, orou pelas almas dos cadáveres que encontrou em seu caminho; Tendo chegado ao cimo da montanha, de joelhos ao pé da grande Cruz, foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam balas e flechas, e da mesma forma morreram um após o outro os outros Bispos, Sacerdotes, Homens e mulheres religiosos, e vários leigos de diferentes postos e posições. Debaixo dos dois braços da Cruz havia dois Anjos cada um com um aspersorium na mão, em que eles recolheram o sangue dos Mártires e com ele aspergiam as almas dos que estavam fazendo o seu caminho para Deus.

Tuy-3-1-1944”

Não é preciso ser um expert em Fátima ou um mestre da interpretação de texto para concluir que algo não está se encaixando. Afinal, por que um ataque a tiros ao Papa reinante da época podia ser interpretado como sendo o cumprimento da parte onde um Bispo vestido de branco morre metralhado? Até onde consta o Papa JP II morreu de causas naturais mais de 20 anos depois do atentado. E qual a razão para guardar o segredo por mais de duas décadas depois do seu cumprimento divulgando-o só em 2010? Mais uma vez perguntas sem respostas. A diferença é que desta vez os estudiosos em Fátima usaram a Internet para dar vazão as suas sérias dúvidas sobre a veracidade da divulgação total do teor do terceiro segredo ao público mundial. Novamente as perguntas ficaram sem respostas e, aliada a declarações estranhas de João Paulo II (6) e depois de Bento XVI  (7) só serviram para agravar as dúvidas sobre o texto divulgado. A situação complicou ainda mais quando o renomado vaticanista italiano Antonio Socci escreveu um livro chamado “Il Quarto Segreto di Fatima” ou “O Quarto Segredo de Fátima”, onde esse estudioso, antes tão crítico dos que contestavam a divulgação do segredo completo pelo Cardeal Bertone, após estudar o tema a fundo, chegou a novas conclusões que eram diametralmente opostas as que ele imaginava.

Capa do livro de Antonio Socci.

Foi nessa época, por volta de 2010, que me deparei com o portal católico conservador norte-americano “Tradition in Action”, editado pelo brasileiro Átila Guimarães. O site era uma boa fonte de informações sobre o processo revolucionário na Igreja e no mundo e tratava os assuntos de maneira séria e técnica. Um cuidado especial ao estudar sites e temas católicos é evitar grupos ou pessoas que tem uma postura sedevacantista (8) ou sectária. Esse site tem uma boa influência no universo católico tradicional e por ser em inglês tem um alcance que vai além dos Estados Unidos.

O site tem uma seção chamada “Fátima issues” ou assuntos de Fátima, que reunia textos e estudos sobre as aparições, os segredos, e tudo que se relacionasse ao evento histórico em Portugal. Para a minha grande surpresa o site publicou um texto dando conta que um leitor anônimo português enviou uma foto em alta resolução do segredo original escrito pela Irmã Lúcia em 1944. Após ler o texto e o segredo fiquei vivamente perturbado, pois ele ia de encontro do que muitos estudiosos diziam sobre ele, além de se encaixar perfeitamente na realidade em que o mundo se transformou, dentro e fora da Igreja.

Para que fique claro vou reproduzir a postagem original do TIA traduzido abaixo para que os leitores em português possam entender melhor as circunstâncias em que o fato se deu:

“Um dos nossos leitores de Portugal enviou-nos o fac-símile de um texto manuscrito que poderia ser o texto do Terceiro Segredo de Fátima.

Este texto não assinado supostamente foi escrito por Irmã Lúcia em seu Convento de Tuy em 1 de setembro de 1944 ou 1 de abril de 1944 – não está claro se o número indicando o mês é 9 ou 4. Uma impressão digital da Irmã Lucy foi colocada no fundo Da página como garantia da sua autenticidade. Algumas pessoas não identificadas que tiveram acesso a este documento publicaram uma foto dele muito recentemente.

Estamos postando este fac-símile abaixo para a leitura dos leitores da TIA. É seguido por um texto digitado em português e nossa tradução para o inglês dele.

Não afirmamos que este é sem dúvida o verdadeiro Terceiro Segredo. Nós o publicamos como um convite para os nossos leitores a discuti-lo e buscar a opinião de peritos para verificar se este documento é autêntico ou não.

Infelizmente, há uma hipótese que não deve ser excluída: Se a data é 1 de abril, então algum padre ou mesmo bispo pode estar jogando uma piada de Fools de Abril, espalhando um texto adulterado para se divertir. Isso seria um pecado contra o Segundo Mandamento, cremos, uma vez que estaria tomando o nome da Mãe Santíssima de Deus em vão. Mas, nestes tempos de falta de seriedade pós-conciliar, a TIA já experimentou algo deste tipo.

Embora, por um lado, façamos essas reservas como medida de prudência, por outro lado, acreditamos que este texto tem em seu favor a aparência da verdade. Isso quer dizer:
No que diz respeito ao seu conteúdo, é uma descrição que certamente corresponde à realidade que estamos a assistir hoje: as mudanças radicais que foram instaladas na Igreja pelo Concílio Vaticano II e foram universalmente espalhados nos últimos 45 anos;

Se tivesse sido revelado antes de 1960 por João XXIII, poderia ter evitado uma parte enorme desta crise;

Quanto à sua forma, corresponde às outras duas partes previamente reveladas da Mensagem de Fátima e as aproxima a um fim coerente;

Trata-se de um texto completo, com uma introdução, uma explicação principal e uma conclusão;

É claro e acessível tanto para as crianças que o receberam como para qualquer adulto – ignorante ou letrado – como seria normalmente uma mensagem da Mãe de Deus.
Estas são, em nossa opinião, razões suficientes para tornar esta mensagem acessível ao público.

Antes de apresentar o documento, vamos estabelecer uma pressuposição para a discussão. Como bem demonstrou a Dra. Marian Horvat, acreditamos que há duas Irmãs Lucy: uma, a freira séria e reservada que recebeu as mensagens, e outra, a freira superficial e extrovertida que se colocou com papas conciliares durante suas visitas a Fátima.

Pensamos que a letra da última Irmã Lúcia provavelmente não coincidirá com a da carta abaixo. Qualquer comparação de textos deve ser feita com os da Irmã Lúcia no momento em que esteve em Tuy.

A.S. Guimarães”(1)

Veja a foto do segredo em detalhes:

Segue o texto transcrito da carta em português:

Tuy 1 de setembro de 1944 ou 1 de abril de 1944

JMJ

Agora vou revelar o terceiro fragmento do segredo: Esta parte é a apostasia na Igreja!

Nossa Senhora mostrou-nos uma vista do um indivíduo que eu descrevo como o ‘santo Padre’, em frente de uma multidão que estava louvando-o.

Mas havia uma diferenca com um verdadeiro santo Padre, o olhar do demonio, este tinha o olhar do mal.

Então depois de alguns momentos vimos o mesmo Papa entrando a uma Igreja, mas esta Igreja era a Igreja do inferno, não há modo para descrever a fealdade d’ésse lugar, parecia uma fortaleza feita de cimento cinzento com ángulos quebrados e janelas semelhantes a olhos, tinha um bico no telhado do edificio.

Em seguida levantamos a vista para Nossa Senhora que nos disse Vistes a apostasia na Igreja, esta carta pode ser aberta por O santo Padrre, mas deve ser anunciada depois de Pio XII e antes de 1960.

No reinado de Juan Pablo II a pedra angular da tumba de Pedro deve ser removida e transferida para Fatima.

Porque o dogma da fé não é conservado em Roma, sua autoridade será removida e entregada a Fatima.

A catedral de Roma deve ser destruida e uma nova construida em Fatima.

Se 69 semanas depois de que esta ordem é anunciada Roma continua sua abominação, a cidade será destruida.

Nossa Senhora disse-nos que ésto está escrito, Daniel 9, 24-25 e Mateus 21, 42-44

Como podemos ver esse texto do suposto Terceiro Segredo de Fátima merece uma leitura atenta e uma análise técnica e teológica completas. Obviamente que não afirmo, nem o pessoal do TIA, que este é efetivamente o verdadeiro segredo completo e, logo, o divulgado pela hierarquia da Igreja é uma adulteração. Porém, desde a publicação original em 2010, fatos novos foram se somando a análise original e hoje temos um cenário mais complexo, porém, mais verossímil.

Nos próximos artigos irei usar, novamente, como fonte primária o Tradition in Action. O objetivo é atualizar com fatos novos esse verdadeiro quebra-cabeças que se tornou o conteúdo do pequeno bilhete escrito por uma freira em um convento há mais de 70 anos, que tem com conexão a eventos que completam no ano 2017 cem anos e com acontecimentos que podem ter consequências de proporções escatológicas para toda a humanidade.

Mais uma vez afirmo que o mérito deste texto publicado pelo site americano é, primeiramente, unir pessoas e estudos, que datam de décadas, para que, juntando os fatos, possamos rediscutir tudo o que envolve as aparições e os Segredos de Nossa Senhora de Fátima. Por isso, mesmo que o texto divulgado pelo site se mostre falso ou adulterado, os frutos da discussão sobre ele serão positivos, já que se exige uma grande gama de conhecimentos para comprová-lo ou refutá-lo. De toda sorte todos os temos a ganhar pois quanto mais pessoas estudando e pesquisando sobre esse tópico maiores as chances que a verdade apareça.

Que a busca da Verdade, que é uma pessoa viva chamada Jesus Cristo, nos guie nesse campo minado rumo aos louros que serão entregues por Maria Santíssima.

Olavo Mendonça.

Notas:

  1. Publicação origina pode ser lida AQUI
  2. Sete Papas: Pio XII, João XXIII, Paulo VI, João Paulo I, João Paulo II, Bento XVI e Francisco.
  3. Em 31 de outubro e 8 de dezembro de 1942, o Papa Pio XII, sem os Bispos, consagrou o mundo ao Imaculado Coração. Em 7 de julho de 1952, ele consagrou a Rússia, mas não em união com todos os bispos do mundo. Em 21 de novembro de 1964, Paulo VI consagrou o mundo ao Imaculado Coração sem mencionar a Rússia. Em 7 de junho de 1981, João Paulo II “confiou a família humana” à “proteção materna da Santíssima Virgem”; em 13 de maio de 1982, consagrou o mundo a Nossa Senhora de Fátima sem os Bispos e sem mencionar a Rússia; em 25 de março de 1984, João Paulo II consagrou “todos os indivíduos e povos” ao Imaculado Coração com os Bispos, mas sem mencionar a Rússia. Em 8 de outubro de 2000, fez “um ato de confiar a Maria”. Em 13 de outubro de 2013, Francisco fez “um ato de confiar à proteção de Maria para reavivar a fé e a caridade nas pessoas para que aliviem o sofrimento e os marginalizados da sociedade.” Nenhuma menção do Imaculado Coração de Maria; nenhuma menção à Rússia.
  4. Termo autodemolição foi usado pelo Papa Paulo VI.
  5. Suposição sustentada por Antonio Socci em seu livro.
  6. Na cerimônia de beatificação de Jacinta e Francisco, em 13 de maio de 2000, o Papa João Paulo II disse que iria “revelar” a outra parte do Segredo — a parte mais “terrível” — no seu sermão. Mas não falou de maneira direta. João Paulo II falou citando o Apocalipse: “Eis que apareceu outro portento no Céu: um grande dragão vermelho. ” (AP 12:3) Estas palavras da primeira leitura da Missa fazem-nos recordar o grande combate entre o bem e o mal, e mostram como o homem não só não pode alcançar a felicidade se puser Deus de parte, mas acaba por se destruir a si próprio … A Mensagem de Fátima é um apelo à conversão, que avisa a humanidade para não ter nada a ver com o “dragão” cuja cauda “varreu a terça parte das estrelas do Céu, e precipitou-as na terra. ” (Apoc. 12:4)
  7. Os Católicos preocupados compararam imediatamente o que o Vaticano revelou como sendo o Terceiro Segredo completo com o que o então Cardeal Ratzinger (depois Papa Bento XVI) tinha dito sobre ele em 1984. Na sua famosa entrevista com Vittorio Messori, o Cardeal Ratzinger disse que o Segredo se refere aos “perigos que ameaçam a fé e a vida dos Cristãos, e, portanto, do mundo. E também à importância dos últimos tempos (novissimi). ” O Cardeal acrescentou ainda que “as coisas contidas no Terceiro Segredo correspondem ao que está anunciado nas Sagradas Escrituras e foi confirmado por muitas outras aparições marianas …”
  8. Sedevacantismo é uma posição defendida por grupos e pessoas, dentro e fora da Igreja Católica, que afirmam que a Santa Sé, ou o Trono de São Pedro, estaria vaga. A estória começa com a morte do Papa Pio XII, em 1958, e os problemas no conclave que elegeu o Cardeal Angelo Roncalli (João XXIII). Esse conclave teria, em teoria, eleito o Cardeal Siri, que teria o título de Gregório XVII, porém, por razões obscuras, ele teria renunciado após a eleição, contudo, como a renúncia teria sido forçada ela seria inválida. Por esse pensamento o Papado teria ficado vago com a morte do Cardeal Siri em 1989.

Referências:

Link dos segredos no site do Vaticano: http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20000626_message-fatima_en.html

Links:

https://en.wikipedia.org/wiki/Three_Secrets_of_F%C3%A1tima

http://www.montfort.org.br/bra/veritas/igreja/quarto_segredo/

http://www.fatima.org/port/crusader/cr85/cr85pg32.pdf

http://www.traditioninaction.org/Questions/B352_Secret.html

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/g32ht_Analyst.htm

http://www.traditioninaction.org/Questions/E049_Coruna.htm

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/g12htArt2_TwoSisterLucys.htm

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/g31ht_Devoion_3.htm

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/g33ht_Decipher.htm

http://www.traditioninaction.org/Questions/B359_Obj-Secret.html

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/a014htFatimaShrine.htm

http://www.traditioninaction.org/Questions/B352_Secret.html

http://www.traditioninaction.org/Questions/B357_OnSecret.html

http://www.traditioninaction.org/Questions/B947_Cross.html

http://www.traditioninaction.org/HotTopics/g19htBertone_Secret_2.html

 

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde

    Eu ia citar justamente o que a Lúcia mostrou acima. Nesse blog eles mostram um estudo feito com profissionais forenses sobre a caligrafia do documento acima, e fica constatado que a pessoa que escreveu o primeiro e o segundo segredo é a mesma que escreveu a carta exposta neste site. Também fazem um estudo sobre o suposto Terceiro Segredo anunciado pelo Vaticano, e o resultado é que pode se tratar de uma falsificação. De fato, uma revelação assim iria estragar os planos da maçonaria eclesiástica que tomou conta de boa parte do alto clero.

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.