UNODC e Ministério da Justiça e Segurança Pública fortalecem parceria no combate a crimes

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e representantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) se reuniram por videoconferência, na semana passada (20), para reafirmar a parceria nas áreas de combate às drogas, recuperação de ativos, combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

Na ocasião, foi abordada a implementação do Projeto Piloto do Centro Nacional de Excelência para Redução da Oferta Ilícita de Drogas, previsto para ser instalado em outubro de 2020. O Centro subsidiará a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas para realizar análises sobre tendências e ameaças que envolvam os crimes relacionados ao tráfico de entorpecentes. O Projeto também contribuirá para a formulação de políticas públicas voltadas à redução da criminalidade no Brasil.

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) reforçam parceria no combate às drogas, à corrupção e à lavagem de dinheiro. Foto: Agência Brasil

Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e representantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) se reuniram por videoconferência, na semana passada (20), para reafirmar a parceria nas áreas de combate às drogas, recuperação de ativos, combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

Na ocasião, foi abordada a implementação do Projeto Piloto do Centro Nacional de Excelência para Redução da Oferta Ilícita de Drogas, previsto para ser instalado em outubro de 2020. O Centro, a ser instalado dentro da estrutura da Senad, em Brasília, subsidiará a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad/MJSP) na elaboração de estudos e análises sobre tendências e ameaças que envolvam os crimes relacionados ao tráfico de entorpecentes. O Projeto Piloto contribuirá, também, para a formulação de políticas públicas voltadas à redução da criminalidade no Brasil.

Segundo o ministro André Mendonça, a parceria representa um reforço relevante para as ações de combate ao crime. “O trabalho integrado tem sido uma das estratégias bem sucedidas na desarticulação da criminalidade no país”, ressaltou.

A diretora do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Elena Abbati, ressaltou a importância do compartilhamento de boas práticas brasileiras com a comunidade internacional. Foram citados avanços positivos na gestão de bens apreendidos do crime organizado e a excelência de informações estatísticas desenvolvidas pelo Departamento Penitenciário Nacional, o infoPEN.

A Secretaria Nacional de Justiça (Senajus/MJSP), que também participou do debate, falou da importância de um trabalho conjunto entre o MJSP e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), como o projeto TRACK4TIP, uma iniciativa de três anos (2019-2022) implementada com o apoio do Escritório de Monitoramento e Combate ao Tráfico de Pessoas/JTIP do Departamento de Estado dos Estados Unidos. O projeto beneficia oito países da América do Sul e do Caribe com ações nacionais e regionais no Equador, Peru, Brasil, Colômbia, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Curaçao e Aruba.

Participaram do encontro com os representantes do UNODC, além do ministro André Mendonça, o Secretário Nacional de Justiça, Cláudio Panoeiro, o Secretário Nacional de Política sobre Drogas, Luiz Beggiora, a diretora-geral do Depen, Tânia Fogaça, a assessoria internacional do MJSP e a diretoria de Políticas Públicas e Articulação Institucional do MJSP.

Fonte: https://nacoesunidas.org/unodc-e-ministerio-da-justica-e-seguranca-publica-fortalecem-parceria-no-combate-a-crimes/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.