Notícias

Policial militar morre em troca de tiros com criminosos

Compartilhe nas redes sociais

Um policial militar foi baleado na cabeça e morreu durante um tiroteio após um ataque a carros-fortes entre Aguaí e Casa Branca (SP), na manhã desta quinta-feira (30). A ação aconteceu no km 200 da Rodovia Doutor Adhemar Pereira de Barros (SP-340). Outras duas pessoas ficaram feridas. O dinheiro carregado pelos veículos não foi levado.

O policial foi atingido durante uma perseguição à quadrilha, que tinha tentado assaltar os veículos blindados que seguiam para Poços de Caldas (MG). Segundo a Polícia Rodoviária, pelo menos 12 suspeitos, em quatro carros, participaram da ação.

Uma parte do grupo abordou um dos carros-fortes próximo ao trevo que de acesso a São João da Boa Vista. Armada com fuzis e dinamites, a quadrilha não conseguiu explodir o veículo, mas o motorista da empresa de valores foi atingido nas costas e levado para o Pronto-Socorro de São João.

Quando percebeu o assalto, o motorista do carro-forte que seguia atrás voltou na contramão, mas foi seguido por um dos carros da quadrilha. Na fuga, a quadrilha ateou fogo em um carro para distrair a polícia. Próximo à base da Polícia Rodoviária, houve troca de tiros entre policiais, seguranças da empresa e os suspeitos.

Os criminosos deram pelo menos oito tiros na base da Polícia Rodoviária e um policial foi atingido por estilhaços de vidro. Uma viatura da Polícia Militar de Aguaí chegou e houve troca de tiros. O cabo Alaor Branco foi baleado na cabeça e morreu.

A quadrilha fugiu sem levar o dinheiro. O Helicóptero Água da Polícia Militar auxilia nas buscas. Um carro usado na ação foi abandonado na Rodovia Deputado Ciro Albuquerque (SP-225), que liga Aguaí a Pirassununga. O veículo tinha várias municões de fuzil.

 Depois do ocorrido o Comando da Polícia Militar do Estado de São Paulo publicou a seguinte nota divulgada nas redes sociais:

 Perdemos mais um irmão.

Assunto: Homenagem a Policial Militar morto em serviço.

Hoje a Polícia Militar perdeu mais um de seus valorosos profissionais.

O Cb Alaor Branco Júnior, do 24º BPM/I, cumpriu seu juramento de defender a sociedade com o sacrifício da própria vida.

No atendimento de ocorrência de roubo a carro forte, o Cb Branco foi atingido na cabeça por disparo de arma de fogo e não resistiu aos ferimentos.

O herói Cb Branco tinha 45 anos de idade, 24 anos de serviço, Láurea do Mérito Pessoal em 1º Grau e deixa viúva e dois filhos (12 e 16 anos).

O corpo será velado na Câmara Municipal de Aguaí e será sepultado amanhã, 31OUT14, às 09:00 horas.

Como última homenagem ao Cb Branco, por determinação do Comandante Geral todos os comandantes deverão orientar todos os policiais militares de serviço em viaturas, que não estejam no atendimento de ocorrência, para que estacionem no horário do sepultamento, desembarquem da viatura, acionem a sirene por 1 minuto e prestem continência. Após, deverão continuar as atividades de polícia preventiva na proteção da sociedade.

Esta é uma manifestação simbólica de homenagem ao Cb Branco e a todos os nossos heróis que deram suas vidas pelo Brasil.

Veja o vídeo da ocorrência:

Fonte: G1.

Fonte das fotos: Jornal de Itupeva.

Tags: , , , , , , , ,
Policiais militares salvam mulher refém na frente do Buriti
Pistola belga five seven

Notícias

Cultura

Editorial

Menu